Clareamento químico domiciliar de dentes em adultos Rever pergunta

Quais as evidências disponíveis sobre os diferentes agentes branqueadores quimicamente induzidos em casa no clareamento dos dentes?

Leia também: Whitemax

fundo
Tem havido uma crescente demanda por dentes mais brancos. Os produtos de clareamento caseiros com ação clareadora tornaram-se populares e são prescritos às pessoas pelo dentista ou adquiridos sem receita médica. Está disponível uma variedade de produtos de branqueamento que incluem peróxido de hidrogénio, peróxido de carbamida, percarbonato de sódio, hexametafosfato de sódio, tripolifosfato de sódio e peróxido de cálcio. Estes agentes são fornecidos em diferentes concentrações e são usados ​​com diferentes métodos de aplicação (gel na bandeja, tiras, gel de pintura, goma de mascar e enxaguatório bucal), que têm tempos de aplicação variados e duração do tratamento.

Características do estudo
Autores da Cochrane Oral Health realizaram esta revisão de estudos existentes e as evidências são atuais até 12 de junho de 2018. Foram incluídos 71 estudos que envolveram 3780 adultos submetidos a procedimentos de clareamento dental com vários agentes clareadores usando diferentes métodos de aplicação, tempo de aplicação e duração do tratamento. 26 estudos compararam um agente clareador ao placebo e 51 estudos compararam um agente clareador a outro agente clareador.

Resultados chave

Os agentes branqueadores clarearam os dentes em comparação com o placebo durante um curto período de tempo (de 2 semanas a 6 meses), no entanto, a certeza da evidência é baixa a muito baixa.

A evidência atualmente disponível é insuficiente para tirar conclusões confiáveis ​​sobre a superioridade das composições de branqueamento baseadas em casa ou qualquer método particular de aplicação ou concentração ou tempo de aplicação ou duração de uso.

Os eventos adversos mais comuns foram sensibilidade dentária e irritação oral, que foram relatados com concentrações mais altas de agentes ativos, embora os efeitos fossem leves e transitórios.

Ensaios randomizados controlados bem planejados precisam ser conduzidos padronizando métodos de aplicação, concentrações, tempos de aplicação e duração do tratamento.

Certeza de evidência
A certeza geral da evidência foi baixa a muito baixa para todas as comparações. Isso ocorreu porque a maioria das comparações foi relatada em testes únicos com amostras pequenas e taxas de eventos. Houve um risco claro de parcialidade na maioria dos ensaios.

Fonte: https://www.mulherk.com.br/whitemax-funciona-anvisa-bula-preco-e-onde-comprar/

Melhores tratamentos para clarear os dentes

Existem diversas opções de clareamento dental, que podem ser feitas no consultório do dentista ou em casa, e ambos podem trazer bons resultados. Independente da forma usada, um clareamento dos dentes eficaz e seguro deve ser indicado pelo dentista em uma consulta, porque deve-se avaliar a dentição de cada pessoa individualmente, já que, além do clareamento, pode ser preciso realinhar os dentes ou tratar cáries e tártaro, por exemplo.

Algumas das opções mais populares para clarear os dentes, incluem:

Antes e depois do clareamento dental
1. Clareamento a laser
Este tipo de clareamento é realizado pelo dentista, no consultório, sendo feito com o uso de luz pulsada. Os resultados deste método são instantâneos, pois os dentes ficam mais claros desde a primeira sessão, mas podem ser necessárias de 1 a 3 sessões para chegar aos resultados desejados.

Preço: cada sessão deste tipo de tratamento pode custar a partir de R$ 500,00 a 1.000,00 reais, o que varia de acordo com cada profissional.
2. Clareamento com moldeira
Este tipo de clareamento dental também pode ser feito em casa, com o uso de uma moldeira de silicone, criada pelo dentista, para que a pessoa possa usá-la com um gel clareador à base de substâncias como Peróxido de Carbamida ou Peróxido de Hidrogênio. Este tratamento produz ótimos resultados, porém mais lentos, sendo necessário o uso da moldeira por algumas horas do dia ou à noite, por cerca de 2 semanas.

Leia também: WhiteDent funciona

Preço: a moldeira custa cerca de R$ 250,00 a R$ 350,00 reais, o que varia de acordo com o profissional, mas pode ser reutilizada quando um novo tratamento for realizado.
3. Clareamento caseiro
Existem diversas opções de produtos vendidos em farmácia, como géis clareadores, moldeiras adaptáveis ou fitas de clareamento, que não precisam de receita e que, apesar de menos eficazes em relação ao tratamento com o dentista, produzem bons resultados estéticos.

Preço: os produtos vendidos em farmácias podem ter uma variação de preço de cerca de R$ 15,00 até R$ 150,00 reais, a depender da marca e do material utilizado.
Outros tipos de tratamentos naturais feitos em casa, como uso de bicarbonato de sódio, vinagre e água oxigenada devem ser feitos sob a orientação do dentista, pois são muito abrasivos e se usados de forma incorreta podem causar sensibilidade nos dentes. Confira uma receita de solução caseira para branquear os dentes.

4. Aplicação de facetas de porcelana ou de resina
Este tratamento, também conhecido como aplicação de ‘lente de contato’ para os dentes, é feito pelo dentista para revestir os dentes, o que melhora a aparência e encobre imperfeições, conferindo ótimos resultados e de forma permanente.

Preço: este tratamento pode ser considerado dispendioso porque cada faceta pode custar de R$ 500,00 a R$ 2.000,00 reais. Saiba quem pode colocar e os cuidados essenciais da lente de contato dental.

Quem não pode fazer o clareamento dos dentes
O clareamento dental é contra-indicado para gestantes, ou pessoas que apresentam acúmulo de placas bacterianas, tártaro ou inflamações na gengiva. Estes são alguns dos motivos que reforçam a importância de se consultar com o dentista antes de fazer um clareamento.

Outras dicas para clarear os dentes
Existem outros tipos de cuidados que podem ser feitos e que ajudam a clarear os dentes, apesar de não terem os mesmos resultados que os tratamentos branqueadores. Algumas opções são:

Usar diariamente fio dental e enxaguante bucal;
Fazer uma limpeza nos dentes, chamada de destartarização 1 vez ao ano;
Usar uma escova de dente elétrica com creme dental branqueador, como o Colgate Total Whitening ou Oral B 3D White, por exemplo, 2 vezes ao dia;
Evitar os alimentos que mancham os dentes como chocolate, beterraba, café, chá e, principalmente, o cigarro. Para quem toma muito café ou chá uma boa dica é beber um pouco de água logo a seguir para remover os vestígios do café que podem estar nos dentes.
Estes alimentos também devem ser evitados por algumas semanas após os procedimentos de branqueamento dos dentes, para que os resultados sejam mais duradouros. Saiba mais sobre que alimentos evitar e o que fazer para prevenir as manchas nos dentes.