Conheça as 12 Dicas para eliminar as cólicas menstruais

Conheça as 12 Dicas para eliminar as cólicas menstruais

Todo mês é a mesma história: dores insuportáveis, desconforto, cansaço, dor de cabeça, olheiras e vontade de não fazer mais nada por conta das malditas cólicas menstruais. Para algumas mulheres, isso pode ser realmente um inferno, felizmente temos uma boa notícia: existem algumas soluções para diminuir ou eliminar as cólicas menstruais. No entanto, se a dor é acompanhada de febre e se ela está impedindo-a de viver normalmente, consulte o seu médico imediatamente! Pensando nessas mulheres que a cada mês sofrem muito por causa das malditas cólicas, preparamos esta lista com 12 dicas para você amenizar ou diminuir as cólicas menstruais.

12 dicas para eliminar as cólicas menstruais

1. Uma alimentação adequada pode amenizar as cólicas menstruais

Nós não nos damos conta, mas o que comemos pode ter um impacto em como nos sentimos e no nosso ciclo menstrual. E, claro, isso não vai surpreender ninguém, mas a primeira coisa que devemos tomar cuidado é com o consumo de açúcar. Mas por que o açúcar? Porque a ingestão excessiva de açúcares provoca um excesso de produção de insulina e o excesso de insulina causa a produção de prostaglandinas pró-inflamatórias (a principal causa das nossas cólicas durante a menstruação).

Uma recomendação dos nutricionistas: coma mais peixes gordos (cavala, salmão, etc) assim como qualquer outro alimento que contenha ômega- 3.

2. Os comprimidos certos para eliminar as cólicas menstruais

Medicamentos com paracetamol normalmente têm pouco efeito nas cólicas menstruais, no entanto os anti-inflamatórios não-hormonais, como o ibuprofeno, por exemplo, têm maior eficácia. A vantagem é que você pode comprar medicamentos a base de ibuprofeno nas farmácias sem receita médica, e eles são muito eficazes.

3. O DIU hormonal, um antídoto para as cólicas menstruais

Claro que, se nós temos como projeto a curto ou médio prazo ter um bebê, escolher o DIU não é a solução correta. Mas, se engravidar não faz parte dos seus planos, o dispositivo intrauterino hormonal é ideal para as mulheres que sofrem com a dismenorreia (nome científico para as cólicas menstruais). Especialmente se você sofre de endometriose, uma possível causa da dismenorreia.

O DIU hormonal difunde progesterona e, além de ser um contraceptivo, ele tende a fazer com que a menstruação pare completamente ou seja reduzida significativamente durante o período em que o DIU está em seu corpo. O DIU pode ser mantido por cinco anos – uma solução a ser considerada com o seu ginecologista.

4. A pílula anticoncepcional

A pílula não serve apenas para proteger-nos de gestações. Ela impede a ovulação, reduz a produção de prostaglandina e reduz o fluxo menstrual.

Geralmente a pílula é eficaz na redução não só da duração da menstruação, mas também, e acima de tudo ela é eficaz na redução de tudo que se passa com a menstruação: as dores, enxaqueca, mau humor, etc.

5. A bolsa de água quente não poderia faltar

Método natural, mas eficaz, abuse da antiga bolsa de água quente na barriga. Isso vai relaxar um pouco todos os músculos que se contraem quanto estamos com cólica e assim aliviar um pouco a dor. Um bom banho morno também tem um efeito calmante. No entanto, cuidado, isso pode aumentar o fluxo da menstruação nas próximas horas.

6. Pratique esporte para oxigenar o corpo e ativar a corrente sanguínea

Esta pode ser a última coisa que você queira fazer quando você estiver com cólicas do tipo “hoje eu não saio de casa”, mas uma atividade física regular, mesmo durante a menstruação, pode reduzir as cólicas menstruais.

Por quê? Porque a atividade física ajuda na oxigenação do corpo e estimula a circulação sanguínea – um analgésico natural, em suma.

Atenção: você não precisa virar uma atleta profissional, pense em fazer uma rápida caminhada ou alongamentos.

7. E que tal relaxar um pouco e praticar yoga para eliminar as cólicas menstruais?

Ao aprender a tomar posse do nosso próprio corpo e respirar com a barriga em profundidade, ou seja, com o diafragma, o yoga pode ser uma ótima forma de aprender a controlar a dor. Seu professor também irá orientar-lhe para fazer as posturas mais suaves para as costas e barriga, caso você tenha coragem de praticar esta atividade mesmo estando com dores.

Leia também: Atroveran é bom

8. Utilize as propriedades antiespasmódicas dos óleos essenciais

Alguns acreditam, outros não, mas os óleos essenciais são uma alternativa aos medicamentos.

Utilizando-os com massagens, eles permitem acalmar espasmos. Assim como a massagem por si mesma também pode ajudar a relaxar. Entre os óleos frequentemente recomendados para lutar contra as cólicas menstruais, encontramos o cipreste ou o óleo de camomila sem cheiro. Duas gotas de um ou outro é misturado com uma colher de sopa de óleo de amêndoa extra-virgem, e então você pode massagear a região suavemente.

9. Com a homeopatia, temos como alvo a dor

O que é bom com a homeopatia é que cada sintoma a mais corresponde a uma dose a mais que você deve tomar. Por exemplo, se a sua menstruação é abundante, acompanhada de cólicas abdominais e tonturas, recomenda-se tomar cinco comprimidos de uma homeopatia X. Se a sua dor se intensifica com as emoções, você deverá tomar cinco grânulos de manhã e mais cinco à noite. Se você tem interesse em recorrer às homeopatias, o ideal é consultar um médico homeopata para que ele possa ver qual a melhor homeopatia para o seu caso. A automedicação não é uma boa solução, pois a recomendação depende das características das suas dores.

10. Faça sexo

Ok, esta solução envolve:

a) Que você não tenha um problema com a ideia de ter relações sexuais durante o período em que está menstruada.

b) Que o seu parceiro também não tenha problemas com isso.

Mas, se forem cumpridas estas duas condições e se seu namorado for um cara gentil e esforçado, ter um orgasmo pode aliviar a dor, não só a dor uterina mas também as dores de cabeça e costas, na verdade, o efeito vasodilatador causado pelo orgasmo reduz enxaquecas.

E, em seguida, ganhar um pouco de carinho, mimos e atenção é tudo o que precisamos nesses momentos, não?

11. Uma massagem nos pés pode ser a solução

Pode parecer não muito óbvio, mas você deve experimentar, pois uma massagem nos pés realmente alivia as dores das cólicas menstruais.

Como fazer? É muito simples: faça pressão durante alguns minutos com as pontas dos dedos nas depressões logo acima do calcanhar. Isto diminuirá a sua dor. Passe ainda os dedos nas partes laterais do tendão de Aquiles, deslocando-os em direção à barriga da perna.

12. E os chás não poderiam faltar

O chá de canela é utilizado desde a antiguidade no tratamento das cólicas menstruais, as suas propriedades agem como um analgésico aliviando as dores. Além de ser uma opção natural os chás também são gostosos e aquecem o nosso corpo.

O chá de capim santo também tem um grande efeito para eliminar as cólicas menstruais. Ele é antiespamódico, então ele age aliviando os espasmos e as contrações musculares. O chá de gengibre também é altamente recomendado no combate das cólicas, pois as propriedades anti-inflamatórias do gengibre são muito eficazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *